Tuesday, December 12, 2006

PROGRAMA PRELIMINAR PARA 2007

ainda sujeito a confirmação em alguns eventos


Programa preliminar para 2007 (sujeito a confirmação)

SÁBADO, 20 Janeiro, Luís Resina, enquadramento astrológico de Portugal em 2007
SÁBADO, 17 Fevereiro, Teresa Maria de Matos, Espiritismo e espíritas
SÁBADO, 17 de Março, orador a indicar, Paganismo e culto do Endovélico
SÁBADO, 21 de Abril, João Rocha Pinto, Livre Pensamento e Livres pensadores
SÁBADO, 19 de Maio, Luís Graça, Do Castelo de Ceres ao Convento e Tomar
SÁBADO, 23 de Junho, Sheik Munir, Espiritualismo Islâmico

Aceitamos sugestões de temas e oradores por mail: bar.do.alem@gmail.com

1 comment:

Cabana dos Parodiantes said...

amigos do bar do além

sou o gerente da Cabana dos parodiantes e fiquei fascinado em saber que as vossas tertúlias esotéricas já se existem desde o ano 2000. Na cabana temos há quase 2 anos, as Conversas da Cabana, tertúlias abertas ao público, durante o horário normal do café, em que de vez tb recebemos temas com um caracter mais místico, como é o exemplo destas Conversas na próxima 5º feira. Se puderem divulgar junto da vossa mailing list seria maravilhoso.
NA ROTA DOS TEMPLARIOS - ORIGEM, HISTORIA E ACTUALIDADE pelas 22 horas vamos ter mais uma tertúlia das Conversas da Cabana, desta feita dedicada aos templários, sua origem, história e sua actualidade. Iremos tratar, na pessoa do escritor e historiador josé Medeiros, de como se formaram os templários, assim como se desenvolveram por toda a Europa e de como foram perseguidos até á morte pelo Vaticano até quase se estinguirem. O papel desta ordem na realidade de Portugal na formação da empresa dos descobrimentos marítimos, assim como sua importância na actualidade.
vai estar presente a editora Zéfiro, responsável pela publicação do recente livro em Portugal - " O perdão dos Templários ", na qual José Medeiros foi um dos escribas.
A presença nesta " conversa" é imperdível, pois vai-se destapar o manto misterioso do templarismo, que tantas paixões tem suscitado ao longo de gerações.
abraços culturais
Fernando Andrade